All Posts By

Paula Lopes

Blog

Meus Carnavais

Oi gente! 🙂 Como foram de folia? Como todo mundo já sabe, o ano no Brasil só começa do carnaval. Pode passar natal e ano novo, mas realmente o brasileiro só começa a trabalhar pra valer depois da maior festa que a gente tem que é o Carnaval.

 

Essa festa cheia de cores e brilho é muito glamurosa, rica em detalhes, diversão e cultura para que todo mundo possa curtir. Existem várias maneiras de aproveitar esses dias de festa. Alguns preferem viajar para cidades do interior, outros preferem passar em casa mesmo, e também existem pessoas que gostam de ver os lindos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro e São Paulo bem de perto. Tenho esse sonho.. Quem sabe um dia ele não se realiza.

 

Outros carnavais

 

Quando eu era adolescente, eu ia pra Caldas Novas, para o chalé da minha tia. Sempre cheio de meninas. Mas quando não era com ela que passávamos, era na casa da minha cunhada, onde a turma ficava toda espalhada pela casa. Colchões ficavam esparramados até na garagem. A diferença de uma casa para outra não era muita. Em ambas nos divertíamos e aproveitávamos o feriado ao máximo até a quarta-feira de cinzas.

 

No chalé ficávamos o dia inteiro preparando para o carnaval de rua. A gente ia à tarde com o meu primo, depois a gente voltava, descansava, lanchava e logo nós voltávamos para a praça da cidade. Como quem levava a gente era a minha cunhada, isso acontecia todas as noites. E durante o dia, o pessoal da casa ligava o som e a gente aproveitava do mesmo jeito.

 

Lá em casa, a gente não tem o costume de usar fantasia. Só usei uma vez pra ir à matinê do Jóquei Clube de Goiânia com minha prima e umas amigas dela do bloco. Mas agora não aguento o pique da folia de Caldas mais. Primeiro nunca será como antes, já que o chalé foi vendido, e os meus sobrinhos já estão casados, tem seus filhos e outros interesses.

 

Como eu aproveito agora

 

Agora, sempre que posso, eu gosto de viajar para cidades bem pequenas do interior, ou quem sabe ir para a fazenda. Procuro lugares menos badalados onde posso descansar a cabeça ao invés de passar em cidades grandes ou muito movimentadas.

 

Então é isso pessoal! Contem aí nos comentários como vcs gostam de aproveitar o carnaval de vocês! Até o próximo post!
YouTube

Meus Estudos: A Faculdade

Olá pessoal! Essa é a Terceira e última parte do video que eu falo sobre as minhas limitações nos meus estudos. Como foi passar na faculdade, os desafios com minha saúde.

 

Não acompanhou a série? Assista os vídeos anteriores:

 

Até o próximo post! 😀 Não perca os próximos vídeos! 😀
Curta minha fanpage e se inscreva no meu canal!

 

IMAGENS:
Sérgio Yasushi

 

EDIÇÃO:
Bruno Braga
Blog

Meus Estudos: O vestibular

O assunto desse vídeo é sobre as limitações de quando comecei a estudar e um pouco de como foi a vida no colégio. Pra não ficar muito grande, dividi esse vídeo em 3 partes. Essa é a primeira! Acompanhe!

 

Não assistiu a primeira parte? Assista aqui.

 

Até o próximo post! 😀 Não perca os próximos vídeos! 😀
Curta minha fanpage e se inscreva no meu canal!

 

IMAGENS:
Sérgio Yasushi

 

EDIÇÃO:
Bruno Braga
YouTube

Meus Estudos: Os primeiros desafios

Olá pessoal! Essa é a segunda parte do video que eu falo sobre as minhas limitações na escola. Aqui eu conto sobre como foi passar no vestibular, apesar da pouca expectativa dos meus colegas..
Semana que vem tem a terceira e última parte! Acompanhe!

 

Até o próximo post! 😀 Não perca os próximos vídeos! 😀
Curta minha fanpage e se inscreva no meu canal!

 

IMAGENS:
Sérgio Yasushi

 

EDIÇÃO:
Bruno Braga
Blog

Como nascem os posts?

Oi gente! Como foi o início do Ano de vocês? Espero que tenha sido tão legal quanto o meu. Para o primeiro post de 2016, decidi falar sobre o próprio blog. Sobre como surgem minhas ideias, meus posts, como tudo funciona aqui! Vem comigo? 🙂

 

O planejamento dos meus posts às vezes são fáceis, às vezes difíceis. Tudo depende do assunto. Quando a gente tem vontade de contar sobre a nossa vida, é mais fácil deixar-se levar pelos sentimentos, lembrando fatos, histórias. O assunto flui mais naturalmente. Agora quando é um assunto que eu não domino tanto, é preciso pesquisar um pouco mais antes de começar a escrever.
Eu e meus companheiros de criação: Meu caderno e meu computador!

Eu e meus companheiros de criação: Meu caderno e meu computador!

 

Normalmente, procuro começar meus esboços sozinha. Sem a ajuda de ninguém. Fico quieta, sozinha no meu quarto, pego meu caderno e vou pensando no que pode ser interessante para vocês. Vou escrevendo alguns títulos aleatoriamente, conforme estou inspirada. Tendo um assunto definido, eu começo a escrever o post no caderno mesmo. E conforme a necessidade, vou pesquisando sobre o assunto, revejo minhas fotos antigas.. E desenvolvo o assunto de acordo com o que lembro e com o que pesquiso.

 

Tenho algumas pessoas muito especiais que me ajudam na etapa seguinte: Decidir o que realmente vai do caderno pro blog. A opinião dessas pessoas são muito importantes pra mim, por isso nem tudo o que eu escrevo vem pra cá, pois não passam pelo crivo deles.

 

Essas pessoas são: meu psicólogo, que foi quem me deu a ideia de criar este canal de comunicação; minha querida mãe, que é pra quem eu leio os posts antes de todo mundo e é quem me ajuda a lembrar coisas, complementa os assuntos, e as vezes até reprova o que eu escrevi, rsrs; e por último, meu editor que lê a versão final, revisa e coloca o post no ar, ele também me ajuda muito complementando alguns assuntos, dando sugestões de temas, fazendo essas imagens bonitas que ilustram cada post etc.
Eles nascem antes nos meus rascunhos.

Eles nascem antes nos meus rascunhos.

 

Bom, este post por exemplo, foi uma ideia que eu tive pra vocês saberem um pouco sobre como é o meu fluxo de trabalho, e como tudo nasce e se desenvolve antes de vir pra cá. Espero que tenham gostado! Se tiverem alguma sugestão de assunto, dúvidas, perguntas, alguma coisa que queiram saber de mim, comentem! 🙂 Até o próximo post!
Blog

O ano que nasce outra vez

Ano Novo pra mim é sempre um tempo de reflexão. Mais importante do que a festa, são os motivos pelos quais se celebra.. Então é sempre um tempo de pensar o que mudou, o que aconteceu e no que a gente pode melhorar. Tem anos que nesse período eu viajo, outros não. Já tive passagens boas e não tão boas, mas não importa como ou onde seja, sempre passo essa época com a minha mãe. Penso, reflito e me pergunto como o próximo ano pode ser melhor.

 

Refletir, planejar, agir

 

A parte do réveillon mesmo é muito importante para mim, porque sempre no último dia do ano eu pego uma agenda e faço esse planejamento para o ano que vai começar além da retrospectiva do ano que passou. E dentre as conquistas deste ano de 2015, a mais marcante foi a realização de um grande sonho. E vocês fazem parte dele: a criação do blog e do meu canal no YouTube. Foi muito trabalho e muitas coisas boas. Muitos amigos envolvidos. E muito amor também. E com certeza 2016 vai ser muito melhor pra nós aqui.

 

A festa

 

Apesar de gostar muito de viajar, acho mil vezes melhor passar essa época aqui com a minha família. Todo ano é diferente. Às vezes passo em um restaurante, outros na casa da minha madrinha, casa de amigos da minha irmã e também, nos últimos 2 anos, eu tenho passado na casa da cunhada da minha irmã mais nova. O importante é sempre estar em família.

 

Não sigo a tradição da roupa branca, as vezes passo de preto, amarelo, listrado… Porque a cor da roupa não importa, o que importa é a cor da alma, do coração. É isso que vai trazer as coisas boas pro novo ano. E este ano vou passar com uma cor que eu nunca usei: um pérola.

 

Neste ano, estamos programando de passar na casa da cunhada da minha irmã novamente. E se for como das outras vezes, vai ser muito bom. Vai ter bingo, amigo da onça (já até comprei o presente), tapete “explosivo” para as crianças também se divertirem e, claro, o jantar que sempre é uma gostosa churrascada acompanhada de várias sobremesas, uma melhor que a outra. Mas mais do que isso: vai ter muiiiito amor!

 

Votos para o ano novo

 

Então é isso, pessoal! Quero desejar a todos um Feliz Ano Novo e que 2016 seja maravilhoso pra todos nós. Que neste novo ano a gente consiga caminhar com sabedoria para alcançar os objetivos que vamos traçar para essa nova etapa.
Até o ano que vem! Fiquem com Deus! Boas Festas.
Blog

Um feliz Natal

Olá pessoal! Essa época do ano é sempre muito boa. Hora de pensar no ano que passou, no que vivemos e aprendemos, e também hora de festejar! Porque por mais difícil que tenha sido o ano, ainda temos saúde e a oportunidade de viver mais um dia.

 

Todo Natal eu passo com minha família, que mora em Goiânia. E sempre fazemos um sorteio para ver onde será celebrada a nossa ceia. Na passagem do Ano Novo é diferente, porque cada um vai comemorar em outros lugares e até mesmo viajar. Então aproveitamos o Natal mesmo para curtirmos juntos um tempo de qualidade.
O Natal chegou aqui em casa...

O Natal chegou aqui em casa…

 

No dia 24, na véspera, reunimos todos para essa confraternização, e é sempre muito divertida. Normalmente fazemos um jantar, com sobremesa e tudo que temos direito. E ao redor dessa mesa, perto da meia-noite, reunimos todos e fazemos uma oração. Pois esse é o verdadeiro sentido do Natal: o nascimento de Jesus Cristo!

 

Depois do jantar, fazemos bingo com vários presentes e também um amigo da onça, com alguns presentes bem “divertidos”. A diferença neste ano é que no nosso Natal vamos juntar todos os familiares, tanto de Goiânia quanto de Caldas Novas. Ou seja, isso significa mais família, mais diversão e mais uma oportunidade de dizer a todos eles o quanto sou feliz por fazer parte disso tudo.

 

Então é isso! Que neste Natal a gente possa lembrar do que realmente importa: do Cristo que nasceu, e de que o melhor presente é a presença. É estar junto de quem a gente ama, e não deixar escapar a chance de expressar o quanto alguém é importante para você.

 

Desde já, quero desejar a todos vocês que tem me acompanhado por aqui um Feliz Natal. E que o menino Jesus abençoe a todos com paz, alegria e com bastante saúde, porque do resto, a gente corre atrás.

 

Logo, logo volto para contar como foram as festas desse fim de ano. Feliz Natal e até o próximo post! 🙂
Saude, YouTube

Toxoplasmose Congênita – A descoberta

Conforme comecei a dizer no primeiro vídeo, com 4 meses de idade fui diagnosticada com Toxoplasmose Congênita, e desde então tive que lidar com muitas limitações. Conheça um pouquinho mais da minha história dando play no vídeo. 🙂

 

Quer conhecer um pouco mais sobre a toxoplasmose? Já falamos sobre isso aqui.
Até o próximo vídeo! 😀 Acompanhe minhas páginas!
Curta minha fanpage e se inscreva no meu canal!

 

Até a próxima!
E mais uma vez, um obrigado às pessoas que estão me ajudando!
IMAGENS:
Sérgio Yasushi
EDIÇÃO:
Bruno Braga
YouTube

O Canal da Paula

Oi, gente! Já tem um tempo que tenho postado sobre a minha vida no meu blog, mas hoje estou começando esse projeto também no YouTube. Como já tem acontecido aqui no blog, também quero compartilhar com vocês as minhas histórias, os meus desafios, as minhas conquistas e o meu dia a dia por meio de vídeos. Ser deficiente não é fácil. Existem muitas restrições, limitações, mas também não é o fim da vida. Eu gosto de sair, me divertir, e viver a vida como Deus me fez. Então vem me acompanhar nesse novo canal e curte comigo esse projeto! Se inscrevam!

 

Pra quem ainda não curtiu a Fanpage, curte lá!
https://www.facebook.com/pauladoblog/

 

E eu gostaria de deixar um agradecimento especial a minha mãe, minha família e amigos muito especiais que estão me ajudando nesse projeto:

 

MEU PSICÓLOGO:
Hercílio Júnior

 

IMAGENS:
Sérgio Yasushi

 

EDIÇÃO:
Bruno Braga

 

Então sejam bem-vindos de novo e até o próximo post!
Blog

Casa nova, Vida nova

Olá pessoal! Casa nova é tudo de bom. Quero contar um pouco pra vocês sobre as mudanças de casa que que aconteceram na minha vida. Recentemente a gente mudou de novo e eu quero mostrar um pouco do meu novo cantinho para vocês. Vem comigo!

 

A primeira mudança

 

Quando faltavam 15 dias para eu completar 14 anos de idade, eu e minha mãe mudamos de uma casa que morávamos há bastante tempo para um apartamento novo. Lembro que achei muito bom porque o prédio era bem legal e bem localizado.

 

Morando neste apartamento, eu tinha a liberdade de ir para o colégio sozinha. Me sentia mais independente. Minha mãe me dava um pouco mais de liberdade. Eu podia descer para piscina, curtir a água com minhas colegas depois de fazer os trabalhos da escola, também podia brincar com os amigos do prédio ao lado… Fazíamos toda aquela bagunça que todo adolescente faz..

 

Foi um tempo muito bom.. Foi nesse prédio que tive meu primeiro namorado. Foi no salão de festa desse prédio que foi realizado meu aniversário de 15 anos. Enfim, muita história boa pra lembrar. Afinal, moramos lá por 6 anos!

 

A segunda casa

 

Meu antigo cantinho

Meu antigo cantinho

 

Já quando eu tinha 20 anos resolvemos mudar devido ao meu tratamento no Centro de Reabilitação. Fomos pra um condomínio que ficava mais perto de lá. Tiveram coisas boas e coisas ruins nessa mudança, mas no geral foi muito bom. Quando mudamos, minha querida irmã já morava lá.

 

Moramos lá nesse condomínio por 14 anos. Para mim foi muito diferente. Eu não me sentia muito livre lá não. Mas com o passar do tempo, aos poucos minha mãe foi me permitindo cuidar das minhas coisas sozinha. Eu resolvia meus problemas de banco sozinha e outras coisinhas mas.
Eu no meu antigo quarto.

Eu no meu antigo quarto.

 

Foi nesse apartamento que comecei meu blog. Era lá que eu tinha o quarto rosa e minhas borboletas na parede. Mas ultimamente, depois de tanto tempo, chegamos à conclusão de que deveríamos morar em um lugar melhor.

 

Meu novo cantinho

 

Quando decidimos mudar mesmo, fiquei muito alegre, pois o lugar que estávamos olhando era um apartamento, que também é perto do Centro de Reabilitação mas é bem bonito, muito melhor do que o que estávamos morando. Um sonho se tornando realidade!
Chegando de mala e cuia no novo apartamento.

Chegando de mala e cuia no novo apartamento.

 

Mudamos há pouco dias e eu estou feliz de mais com nosso novo cantinho. Não tenho mais minha parede rosa, mas as borboletas continuam povoando o meu quarto. Então sejam bem-vindos ao novo cenário da minha vida e do meu blog. Até o próximo post.
Minha nova parede não é rosa mas ainda tem minhas borboletas.

Minha nova parede não é rosa mas ainda tem minhas borboletas.